Descubra as novidades sobre o movimento No-Code

24 de Novembro, 2021

Ideação: o que é, benefícios e como colocar em prática

A fase de ideação, no design thinking, é a oportunidade de despertar ideias — na forma de perguntas e soluções — através de atividades criativas e curiosas, como brainstorms e mapas mentais.


Quando facilitado de forma bem-sucedida, é um processo emocionante. O objetivo é gerar um grande número de ideias que, potencialmente, inspiram inovações cada vez melhores. O principal objetivo da etapa de Ideação é usar a criatividade e a inovação para desenvolver soluções.


Ao expandir o espaço da solução, a equipe de desenvolvedores poderá olhar além dos métodos usuais de resolução de problemas. Dessa forma, poderão encontrar opções melhores, mais elegantes e satisfatórias para problemas que afetam a experiência do usuário.


Neste artigo, apresentaremos alguns benefícios que tornam essa uma das principais etapas do design thinking. Continue a leitura!

Benefícios da Ideação

O design thinking busca resolver problemas complexos, mas com foco no usuário, principalmente no caso de desenvolvimento de aplicativos e sites.


O processo pode ser dividido nas etapas de Imersão, Análise e Síntese, Ideação, Prototipagem e Teste.


Com essa abordagem, é possível alinhar as equipes de uma forma que permite o surgimento de ideias incríveis, produção e entrega mais rápidas.


1. Diminuir os riscos do projeto


Ao adotar a abordagem do design thinking, é possível alinhar os times em direção a um objetivo e promove um ritmo de trabalho mais rápido. O trabalho em equipe envolvido reduz a reviravolta do desenvolvedor e o tempo de teste.


Tudo está ficando mais complicado, especialmente nos negócios e na tecnologia. Equipes interdisciplinares precisam trabalhar em um passo de bloqueio em direção a um objetivo comum.


O uso do design centrado no ser humano melhora os resultados dos produtos e diminui o risco de falhas caras, com ambos tendo um impacto direto no resultado (e sucesso) de um projeto.


2. Acesso maior à inovação e criatividade


Hábitos e uniformidade são uma parte importante da eficiência dos negócios, mas podem dificultar a inovação e a criatividade.


A Ideação é, muitas vezes, o estágio mais emocionante em um projeto de design thinking, pois durante essa etapa, as ideias geradas liberam seus colaboradores a exercitarem a imaginação.


Essa abordagem se concentra em identificar as necessidades do usuário final de um produto e se baseia em uma variedade de ferramentas, como sessões de brainstorming, testes rigorosos e pesquisas de feedback.


Ao “pensar fora da caixa” as empresas são encorajadas a desenvolver novos produtos, serviços e estratégias de negócios que nunca teriam previsto anteriormente.


Esse processo revolucionário de resolução de problemas incentiva os empresários e seus colaboradores a pensar como designers, visando impulsionar a inovação.


3. Garantir a qualidade de entrega do produto final


O design thinking ajuda a identificar os objetivos “certos” para trabalhar e ter metas alinhadas. Além disso, pode fornecer uma estrutura para expandir exponencialmente as ideias sobre como atingir esses objetivos.


O método dá ferramentas para refinar, ajustar e até mesmo rejeitar ideias para desenvolver o seu site ou aplicativo.


A Ideação possibilita aprender com o usuário, testar e melhorar o produto final, tornando as entregas mais assertivas. Dessa forma, garante a qualidade ao final do processo.


Como colocar em prática o processo de ideação

O sucesso ou fracasso do seu processo de ideação de design thinking começa com a forma como a sua equipe se sente.


Por isso, você precisa criar um ambiente seguro, sem julgamentos, que dará a todos os participantes a oportunidade de expressar suas ideias, incluindo as mais convencionais.


Da mesma forma que não se deve limitar o volume de ideias apresentadas durante a fase de ideação, você não deve limitar-se a um formato de brainstorming.


Diferentes estratégias podem inspirar novas ideias, então tente algumas outras técnicas para tirar as melhores ideias da sua equipe.


Para tal, faça uma imersão com a sua equipe no problema e use técnicas de geração de ideias, como brainwriting, mapas mentais e storyboarding. Após o término dessas atividades, a melhor ideia pode ser eleita, antes continuar o processo de design thinking.


O que você achou deste artigo? Quer saber mais? Acompanhe o perfil da Round Pegs no LinkedIn.


Somos um marketplace de especialistas No Code prontos para lançar seu app

Visite nosso site

Conheça nosso site internacional

Round Pegs, Inc. 75 E Santa Clara St, San Jose, CA. © 2016 - 2021